Total de visualizações de página

terça-feira, 10 de abril de 2018

Mãe de autista - dia a dia 

Alguns poderão dizer que tenho sorte, outros pensarão que tenho falta de problemas para resolver ou, ainda, pensarão que tenho uma vida fácil.
Essa noite eu consegui dormir já passava das 4:00. Nem eu sei bem o porquê, mas minha cabeça não desligava, não importava o que eu fizesse para tentar dormir. Quando o relógio despertou de manhã, às 7hs, parecia que eu estava em coma, meus olhos não abriam...
Me levantei, acordei meu filho carinhosamente para ir para a escola. Lhe vesti o uniforme e os tênis (de manhã ele nunca se veste sozinho), dei a medicação, preparei a lancheira e ele foi para aula.
No meio tempo em que ele estava na escola eu cochilei uns minutos, depois arrumei e varri a casa toda, preparei o almoço, tomei um banho, me maquiei, ajeitei os cabelos e gravei um vídeo para o meu canal. Vesti uma camiseta correndo (eu estava de tênis e camisa, mas no vídeo só apareceu a camisa), peguei minha bicicleta e cheguei até a escola dele em seis minutos. O sol estava a mais de trinta graus e era 11:30 da manhã. Voltei para a casa com ele na bike, parecia que eu não ia aguentar chegar em casa tamanho era o cansaço e o calor. Me lembrei, então, que eu não havia comido nada ainda.
Dei o almoço para o Gui e fui fazer a edição do vídeo para publicar, trabalhei nos envelopes e correspondências que fiquei de enviar às mães e pais pelos correios. Respondi Emails do projeto. Atendi mães que precisavam de mim.
Eram 15hs quando comecei a lavar roupas (bota na máquina, estende, recolhe, dobra, guarda)... A máquina não faz tudo sozinha!
Minha mãe chegou para que eu me obrigasse a parar um pouco. Um pouco de conversa, um café gostoso e logo ela foi para a casa dela. Voltei à correria frenética, brinquei com Guilherme enquanto eu ainda trabalhava com as roupas, os Emails, as lixeiras da casa que eu tinha para trocar.
De repente me dei por conta que o marido iria chegar. Corri para arrumar um pouco a cara e prender os cabelos, estendi a última sacola de roupas e fui cozinhar. Fiquei em pé até às 22hs, fazendo arroz e feijão para a semana, limpei a cozinha, enquanto isso, entre um serviço e outro montei banners, assisti ao noticiário, limpei a cozinha...
Meu marido ajudou com o banho do meu filho. Ufa! Uns minutos para responder umas mensagens! Meu Deus o banho foi rápido demais! Gui queria me mostrar vídeos de gatos, me contar sobre o filme que assistiu e fazer muitos planos. Dei janta, mediquei, escovei os dentes, levei para a cama. Deitei ao lado dele, suada, cansada e escrevi mais um pouco. Dormiu depois de muito se remexer, pois jantou tarde. Tomei um banho, sem luxo nenhum, não passei creme e nem perfume. Apenas um desodorante, me atirei na cama, virei para o lado, fechei os olhos e eles abriram sozinhos. Cadê meu sono? Não consigo desligar, já são quase meia noite e ainda não consegui dormir...
Não! Eu não tenho sorte, minha vida não é fácil, minha casa não é auto limpante, trabalho feito uma louca, ajudo muitas pessoas. A questão é que faço tudo com muito amor e com a certeza de que, para imaginar o futuro, não é preciso ser vidente ou ter uma bola de cristal. Se você consegue cumprir com sua missão no mundo e ainda assim não reclamar, certamente a recompensa vem, olhe ao seu redor e veja o quanto você é capaz, sinta prazer em fazer tudo o que você assumiu e faça as coisas com amor. Não dependa do reconhecimento alheio para que você se sinta poderosa, não dependa de roupas de marca ou de um cargo reconhecido. Se você é mulher, mãe e se dedica a lutar, então você já é uma vencedora e certamente Deus irá sempre te acompanhar.
Força! Beijos carinhosos.
KenyaDiehl®️
Beijo muito carinhoso. Fiquem com Deus

Nenhum comentário:

Postar um comentário